Boletim Especial sobre Ética

 Em CREA-PR/CONFEA

Boletim Especial sobre Ética

– CREA-PR lança novo meio de comunicação com as Entidades de Classe
– ARECI trata ética com seriedade e respeito
– Pela inserção do assunto Ética na formação acadêmica
_____________________________________________________________________

CREA-PR lança novo meio de comunicação com as Entidades de Classe

O CREA-PR apresenta a todas as Entidades de Classe ligadas ao Conselho, um novo meio de comunicação. Trata-se do Boletim Especial sobre Ética. O boletim será enviado mensalmente com notícias sobre as melhores práticas e também matérias relativas ao assunto. Confira esta primeira edição e envie sugestões de pauta para [email protected] com assunto “Boletim Ética”. Boa leitura!

ARECI trata ética com seriedade e respeito

Por ética se entende o modo de ser, o caráter e o comportamento do cidadão frente à família, a sociedade e em seu universo profissional. Embora não possa ser confundida com lei, atualmente a maioria das atividades possui seu próprio código de ética profissional, um conjunto de normas de cumprimento obrigatório, derivadas da ética e freqüentemente incorporadas à lei pública. O seu não cumprimento pode resultar em sanções feitas pela sociedade profissional, como censura pública e a suspensão temporária ou definitiva do direito de exercer a profissão.

O CREA-PR e as Entidades de Classe vinculadas ao Conselho tratam o assunto com seriedade, determinando que sejam tomadas providências imediatas na tentativa de sanar o problema em seu início, evitando atitudes extremas.

Um exemplo do comprometimento com a ética é observado na Associação Regional dos Engenheiros Civis de Irati, fundada em 1987 e para quem o tema é indispensável nas reuniões com os profissionais. “Nossa diretoria está bem ligada no assunto e procuramos inseri-lo em todos nossos encontros”, explica o engenheiro civil Anderson Filus, presidente da ARECI.

Neste ano, três casos já foram julgados pela entidade, que partiram de denúncias efetuadas por contratantes e resultaram em acordos entre as partes envolvidas. “Procuramos resolver rapidamente os entraves na esfera regional, sem transtorno e de forma a evitar que o caso seja levado em última instância ao Conselho de Ética do CREA-PR”, diz Filus.

Em todas as situações – que envolveram a não-entrega de adequação de projeto elétrico, problemas construtivos e falta de projeto de prevenção de incêndio –, as pendências foram sanadas rapidamente após a reunião conciliatória. “Entendemos que não temos atribuição pra punir ninguém, nosso papel é de conciliação”, fala Filus. “No entanto, desempenhamos uma função imprescindível aos profissionais, pois oferecemos a oportunidade de resolver o assunto localmente e evitar que ele seja encaminhado ao Conselho”.

Pela inserção do assunto Ética na formação acadêmica

Segundo o presidente da ARECI, entre faltas que podem ser consideradas ações anti-éticas estão a cobrança de honorários inferiores ao da tabela homologada pelo CREA-PR, deixar de entregar projetos, não acompanhar o trabalho e não prestar assessoria ao proprietário da obra e não aprovar projetos nos órgãos públicos responsáveis, entre outros.
Filus defende a inserção do tema ética na formação acadêmica. “Acredito que falte um estudo mais aprofundado, temos que falar de ética ao longo de nossa formação. Hoje isso não existe, por isso que registramos tantos erros na profissão por pura falta de conhecimento”, comenta. “Muitos consideram que não estão errando, não entendem que estão prejudicando outros profissionais e também o consumidor”.
Para ele, enfrentar um processo de ética é muito pior do que levar uma multa. “Todos estamos sujeitos a erros, mas, para os bons profissionais, ficar com a ‘ficha suja’ perante os colegas de profissão é péssimo. Tenho observado que em nossas reuniões de conciliação os profissionais estão começando a entender que a participação da entidade é favorável a eles”, explica. “Afinal, se não fosse pela entidade, o consumidor insatisfeito iria reclamar diretamente no CREA-PR”.
______________________________________________________________________________

Atenção: Este e-mail não deve ser respondido.
Para entrar em contato com o CREA-PR, utilize o Fale Conosco do site http://www.crea-pr.org.brou ligue para a Central de Informações 0800 41 0067.

Posts recentes